YouTube, Ecad e Ubem se entendem e direitos autorais serão pagos.

Acordo promete remunerar compositores e autores musicais no país!

Uma notícia há muito tempo aguardada por centenas (e porque não milhares) de compositores finalmente chegou: o direitos autorais, aqueles referentes à composições musicais devidas ao seus criadores, passarão a serem pagos quando veiculados na maior plataforma audiovisual da internet, o Youtube!

A Google (proprietária do Youtube), o ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) e UBEM (União Brasileira de Editoras de Música), associação que reúne as maiores e principais editoras musicais do país, assinaram um acordo histórico no último dia 03 de Abril de 2018 para finalmente encerrarem as ações judiciais em busca de remunerações vistas como justas para grande parte dos compositores do Brasil.

A reclamação da UBEM e do ECAD era contra os valores pagos aos seus associados, que eram abaixo dos valores destinados aos compositores de outros países.

A UBEM ressalta que agora o montante a ser pago está “em conformidade com os patamares aplicados internacionalmente pela utilização das obras musicais na plataforma YouTube”.

Porém atenção ao recado da associação: tal acordo judicial “não encerra a luta por melhores condições de remuneração aos titulares de direitos autorais na internet, mas representa importante avanço no respeito aos direitos autorais e na transparência da distribuição de música pela rede”.

Já o gigante do streaming de vídeo, Youtube, assinalou que “os acordos vão nos ajudar a continuar desenvolvendo um ambiente no qual compositores e editores sejam devidamente remunerados”.

 

Start typing and press Enter to search