Facebook fecha acordo para pagamento de direitos autorais de músicas em vídeos publicados na rede.

Em 2017 o Facebook foi criticado por artistas e gravadoras em relação ao uso de músicas em vídeos publicados pelos seus usuários. Instagram, Messenger e Oculus também foram citados pelas mesmas práticas.

Agora, conforme a TechCrunch, a empresa estadunidense de Mark Zuckerberg assinou um contrato com a ICE Services que é um grupo de licenciamento e de banco de dados de direitos autorais, para fornecer licenças e gerar royalties sobre as músicas dos artistas da organização. Estima-se que + de 31 milhões de obras estejam no catálogo.

O acordo atual não abrangerá apenas vídeos do Facebook, Instagram, Oculus e Messenger, mas também formarão uma lista de músicas onde usuários poderão usá-las para criarem vídeos em postagens, semelhante ao que já existe no Youtube.

O acordo é a primeira licença que o Facebook assina que engloba diversos países. Cerca de 160 territórios e + de 250.000 detentores de direitos serão impactados. A empresa, ao que tudo indica, assinou também acordos com gravadoras majors a fim de evitar ações judiciais ou solicitações de remoção de conteúdos publicados pelos seus usuários. O WhatsApp ficou de fora do acordo, pois o aplicativo foi considerado pela ICE Services como uma ferramenta de comunicação como e-mail.

 

Start typing and press Enter to search